Será?

Eu estava pensando em escrever sobre o dia dos namorados, mas cheguei a conclusão que não sou a pessoa mais apta pra isso. Então acho que seria um tanto quanto interessante falar de razões, explicações inexistentes e tudo que faz sentido - ou não. As vezes eu paro pra pensar nas minhas dúvidas... O surgimento do mundo, o fim do mundo, a morte, a vida, mas uma coisa simplesmente me deixa louca... Qual o sentido de tudo isso? Que diabos estamos fazendo aqui? Eu sou uma daquelas pessoas que não concordam com o fluxo natural da vida humana. Não entendo quem foi o idiota que decidiu que as coisas seriam assim. Primeiramente, não acho que devíamos passar toda a nossa vida estudando, porque é óbvio que a gente só para de estudar quando está muito velho. Enquanto trabalhamos, se você não percebeu, estudamos também. Principalmente aqui em casa, onde meus pais são eternos estudantes. Acho que a gente perde muito tempo com isso, e acabo por não entender nossa organização. As formigas não construiram shoppings nem destruiram a natureza pra estabelecer seu próprio espaço. Mas se eu for refletir mais profundamente, as formigas também não chegaram até a Lua. Acho que eu simplesmente tenho necessidade de questionar. Só que é meio divertido ficar perguntando. E eu não tenho pretensão de parar, ainda mais porque ninguém pode responder minhas pergunta. Digamos que isso é saudável. E se não for, não ligo. Tudo que é bom, tem alguma contradição... Imoral, ilegal... Tô brincando. Hehe.

' The important thing is not to stop questioning. Curiosity has its own reason for existing. One cannot help but be in awe when he contemplates the mysteries of eternity, of life, of the marvelous structure of reality. It is enough if one tries merely to comprehend a little of this mystery every day. Never lose a holy curiosity. ' - Albert Einstein

4 comentários:

  1. veja bem, moça da flor... eu acho que questionar é um ótimo hábito. Querendo ou não, encontramos algumas respostas; e mesmo que não encontrássemos nenhuma, seriamos um a menos a se acomodar com tudo. =*

    ResponderExcluir
  2. HDUISOHUIHAODA marina, tá afim de me dar aula de filosofia? *-*

    ResponderExcluir
  3. Ah, são tantas perguntas que ficam sem respostas... mas é bom, né? qual seria a graça de saber de tudo? :D

    ResponderExcluir
  4. É, Cadu, como dizia Einstein.. Não me sinto mal de continuar perguntando.. Quem sabe isso um dia faz a diferença. :*
    Mary, até parece! HUAHUUHAHUA
    Nati, não sei. Mas a possibilidade soa tão interessante, não acha? *-*

    ResponderExcluir

Entretidos.